8 FORMAS DE ECONOMIZAR PARA QUEM MORA SOZINHO

Anúncios

Você mora sozinho e tem tido dificuldades em controlar o seu orçamento? Ou está prestes a morar sozinho e tem medo de não conseguir controlá-lo? Bem, saiba que você não está sozinho, medos e dificuldades relacionados à organização financeira são extremamente comuns.

Morar sozinho pode significar liberdade, mas também implica em gastos que terá de arcar sem a ajuda de mais ninguém. Será que você está preparado para isso?. Veja, a seguir, 8 dicas para quem mora sozinho poder economizar.

Moradia

Localização e tipo de moradia podem influenciar bastante nessa despesa. Morar perto do trabalho para economizar em transporte, especialmente no caso das grandes cidades é um excelente investimento. Imóveis mais bem localizados têm custo maior de aluguel. Outra dica é verificar se o imóvel é adequado a moradores únicos. Assim você foge das grandes taxas e despesas de condomínios para famílias que não é o seu caso!.

Registre todas as receitas e despesas

Fazer um controle mais rigoroso das contas ajuda a identificar o seu padrão de consumo e quais são os impactos que os gastos geram nos seus ganhos. Nesse sentido, o controle é o ponto de partida. Mas, se não houver um registro preciso das movimentações realizadas, dificilmente será possível fazer uma análise mais precisa.

Para um acompanhamento mais direcionado, vale a pena fazer uma separação dos gastos por categorias, como, por exemplo, supermercado, aluguel, energia elétrica, água, saúde, lazer e transporte.

Além disso, vale dar destaque para os pequenos gastos, pois, no somatório total, podem representar grande quantia que, se não for acompanhada, pode causar a sensação de que o dinheiro “sumiu”.

Anúncios

Acompanhe as promoções do supermercado

Fique atento aos folhetos de supermercado e veja se os produtos em promoção estão com um preço mais em conta. Caso sejam itens necessários e de consumo regular, aproveite e faça a compra, o que ajudará a economizar da próxima vez que precisar repor os itens.

Dica bônus: evite fazer as suas compras com fome. Isso faz com que você encha o carrinho com uma quantidade de alimentos bem acima do normal e, normalmente, as escolhas acabam não sendo tão saudáveis.

Limpeza

Repense o gasto com faxineira. Aprender a fazer a faxina e manter a casa organizada pode representar uma economia considerável no mês, já que uma faxina custa cerca de R$ 150 a diária (dependendo da sua cidade ou estado). Se pedir quatro vezes no mês, já serão R$ 600, ou R$ 7.200 no ano. Mantém sua casa limpa e organizada a semana inteira e faz faxina uma vez por semana.

Crie uma reserva de emergência

Quantas vezes você já passou por uma situação de emergência, não tinha dinheiro e precisou recorrer ao cartão de crédito ou a empréstimos, alterando o seu planejamento financeiro sem que houvesse previsão para isso?

Manter uma reserva de emergência ajuda a criar uma estabilidade financeira maior, garantindo mais segurança e passando a tranquilidade de que, mesmo que algum imprevisto ocorra, você estará preparado.

Anúncios

Evite compras por impulso

Antes de comprar aquele produto que deseja ou aproveitar uma liquidação, pergunte-se se você realmente precisa desse item e se esse é o melhor momento para fazer a compra, assim evitará o risco de se endividar.

Além disso, vale a pena analisar se existe algum produto similar por um preço mais acessível e que atenda às suas necessidades da mesma forma. O ideal é sempre fazer esse planejamento antes de decidir comprar, para que você não comprometa os seus rendimentos.

Utilize o cartão de crédito somente quando necessário

O cartão de crédito é um excelente aliado, que pode ser a única salvação em um momento de emergência ou no caso de adquirir itens que possuem um valor muito alto, por exemplo. Contudo, fazer o uso indiscriminado desse recurso pode comprometer o seu planejamento financeiro.

É preciso tomar cuidado com a sensação de liberdade que um cartão passa. Por não pesar diretamente no bolso, como quando se faz o pagamento à vista, muita gente perde o controle e usa com uma frequência bem maior do que o ideal. Vale lembrar que esse é um dos maiores motivos de endividamento.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: