FALSAS EXPECTATIVAS

Hoje “EU” vou dar o braço a torcer. Sem ais nem uis. Mas com um sorriso gigante estampado na cara… A verdade, pouca gente sabe. Sempre fui dono do meu próprio nariz. Do meu espaço. Do meu dinheiro que nunca sobra… Da minha liberdade, do meu jeito apressado de fazer tudo sozinho. Não tenho horaContinuar lendo “FALSAS EXPECTATIVAS”

Avalie isto:

O SILÊNCIO N COMETE ERROS!

Simples. Rápido. E quanta força! Imediatamente me veio a cabeça situações em que o silêncio me disse verdades terríveis, pois você sabe, o silêncio não é dado a “doçuras”… Sabe aquele telefone mudo, o e-mail que não chega, um encontro onde nenhum dos dois abre a boca. Aquele silêncios que falam sobre desinteresse, esquecimento e recusas.Continuar lendo “O SILÊNCIO N COMETE ERROS!”

Avalie isto: